spitz

Cachorro Spitz – Tudo Sobre Spitz Japonês, Alemão, Fotos e Vídeos

O cãozinho Spitz é um tipo de cachorro que caracteriza-se por ter pêlos longos, grossos, e muitas vezes branco, além de ter orelhas e focinhos bem pontudos. A cauda é geralmente enrolada sobre as costas do bichinho.

E o mais importante: Ele é uma fofura. Veja as fotos desses Spitz brancos mais a frente. Aqui você também vai ver: Fotos do Spitz, saber se ele é um cachorro para apartamento, mais detalhes sobre o Spitz Japonês, o Spitz Alemãovídeos do cãozinho e informações sobre seu adestramento.

Outros “parentes” dessa raça são a raças Chow Chow e Akita Inu, também marcantes por seus representantes serem bem peludos, fofinhos, no estilo dessas belezinhas.

Não se sabe ao certo de onde se originou a raça Spitz, mas o fato curioso é que eles costumam associados aos lobos, pois é. No ártico, de onde entende-se como origem da maioria dos Spitz que vemos hoje em dia, encontram-se vestígios dos bichinhos de até 5.000 anos atrás. Na genética, supõe-se que eles tenham cruzado com lobos.

Eles até são lembram lobos assim, mas não existe evidência científica que comprove alguma descendência ou evolução dos lobos para os amáveis Spitz. O que você acha? Olhe as gracinhas abaixo:

spitz

Spitz: Cachorro para Apartamento?

O olhar encantador do Spitz, seu pêlo espesso e macio, a cauda enrolada e focinho pequeno, além das orelhinhas charmosas, faz com que várias pessoas queiram o cachorrinho para criar em casa, ou apartamento, para ser seu companheiro, aquele bichinho doce esperando em casa. Você também quer, não é? Eu sei, eu sei.

Aqueles que quiserem um Spitz para seu apartamento, vão acertar na escolha. A melhor opção da raça é a variação Pomerânia, pois ela é bem pequena. Nas origens, cão dessa raça era muito maior, mas, devido ao interesse de tê-lo dentro de casa, as pessoas passaram a cruzar o bichinho a fim de obter variações de menor porte, que coubessem em um apartamento. O trabalho deu certo e hoje o Spitz pode ser um cãozinho adorável de se ter.

Outros tipos de Spitz para se ter em casas e apartamentos também surgiram, como o cão Eskimo americano, o Klee Kai do Alaska, o Spitz Alemão, o Spitz Japonês, e da Pomerânia.

spitz japonês finlandês filhotes

O Spitz Japonês

spitz japonês

Os pêlos compridos do cachorro formam um verdadeiro casaco no Spitz Japonês, que tem uma espessa sub-camada que é sempre branca. O pêlo na cauda também é bastante longo e ela é enrolada sobre as costas. E isso dá um charme todo especial para o bichinho. A pelagem somente fica curta na metade inferior das patas, com cobertura nas pernas traseiras e franjas/penugem nas pernas dianteiras.

As orelhas são pequenas e apontam na posição vertical e o focinho afunila ligeiramente. Os grandes olhos ovais são escuros e ligeiramente inclinados. Nariz e lábios também são pretos. O rosto do Spitz Japonês é em forma de cunha. Por fim, as patas tem uma penugem bem densa.

O nosso amiguinho aí do lado chega a altura de 30 a 38 centímetros (bem pequeno, embora a foto não favoreça essa percepção) e pesa de 5 a 10 Kg. Bem leve também. Essa variação do Spitz se adapta bem em apartamentos, pois não precisa de jardins e grandes áreas para se movimentar, mas é importante mantê-lo ativo e exercitá-lo um pouco todo dia!

spitz japonês

O Spitz Alemão

spitz alemão

O Spitz Alemão é uma ótima escolha de bicho de estimação. Se você pegar um filhote para criar, tenha certeza de que ele irá crescer muito apegado ao seu dono, você.

Essa variação tem uma aparência de raposa, além das características tradicionais: peludinho, fofinho, cabeça redonda, focinho e orelhas pontudas. Ele tem olhos escuros com uma expressão de alerta. A cauda emplumada também enrola sobre as costas. Diferente do Japonês, sempre branco, o Alemão é mais colorido: cinza, laranja, marrom e preto são as cores mais comuns.

A sua versão Toy, que é mais conhecida como Spitz Pomerânia ou Spitz Anão (veja o vídeo abaixo), é a mais indicada para apartamentos. Nessa variação, ele não chega a alcançar 30 centímetros de altura e vai pesar na vida adulta menos de 10 Kg. O cãozinho tem bastante energia, é bem inteligente e amável. Adora brincar e vai precisar se exercitar um pouco todo dia.

No geral, o Spitz Alemão é bem animado. Se puder sair para caminhar ou correr, o bichinho será boa companhia. Se o dia não colaborar, não deixe de brincar com ele dentro de casa mesmo, ele é agitado e vai gostar de um pouco de ação por dia.

Os filhotes de Mini Spitz também são muito procurados. Estes, são outra variação do Toy, além do Pomerânia (Anão) e possuem as mesmas características de tamanho, apesar de serem um pouco maiores (é possível notar a diferença, mas não é tão significativa). E como não poderia deixar de ser, eles também tem muita energia, adoram brincar, desde filhotes até a vida adulta. Esta é uma raça que vai ser alegre e agitada o tempo todo!

Vídeos do Spitz

Ainda está em dúvida se este é o cãozinho que vai te encantar dentro do seu apartamento? Veja alguns vídeos dos bichinhos e diga se não é exatamente como você queria:

Spitz Pomerânia Mini sobre a Cama

Spitz Fugindo do Cercado

Olha o sapeca pulando fora da sua prisão:

Se divertindo sozinho

E esse pequeno filhote está se divertindo sozinho:

Esses bichinhos tem bastante energia, gostam de brincar e são muito boa companhia. Se você gosta de bichinhos, de cachorro e quer uma boa companhia, aposte no Spitz.

Tudo sobre Spitz

Quer mais? Manda um recado e me diz o que é!

Adestramento do Spitz Alemão

aprendaeducarcaesDe maneira geral, o temperamento do spitz alemão é bastante dócil e também possui bastante apego a seus donos. Entretanto, esses animais costumam ser bastante agitados. Por esses motivos, é necessário ter muita paciência ao adestrar essa raça.

Assim como outras raças, os melhores resultados no adestramento são obtidos quando o treinamento é iniciado desde cedo – reforçando comportamentos positivos com carinhos e agrados (“muito bem!”, “isso mesmo”, “isso garoto(a)”, etc) e desencorajando comportamentos negativos (“Não!”). Dessa forma o filhote já começa a aprender, desde cedo, a reconhecer nosso tom de voz em cada situação. 😉

Você pode procurar um profissional especializado no adestramento de cães para te auxiliar a treinar o seu cãozinho, mas enquanto isso não acontece, você também pode consultar materiais e guias sobre o assunto. Dessa forma você consegue entender o que é necessário para melhorar relacionamento com o seu cãozinho! =D

 

 

E você, o que achou?