Por quê

Por que, porque, por quê ou porquê? Quando usar?

Bem sabemos que é de extrema importância sempre manter a boa escrita em nossos sites, livros, redações, emails e mensagens em geral. Erros de gramática e ortografia em qualquer desses meios sempre passam uma má impressão sobre aquele que escreveu a mensagem.

Esses erros, por menores, ou por mais comuns que possam ser, fazem com que a mensagem perca o brilho e também a confiança das pessoas que passam por ele. No Bit de hoje, um erro que é muito frequente e repetidamente confundido pelas pessoas: o uso dos “por quês”.

Por que, por quê, porque ou porquê?

Por quêQuando a preposição “por” estiver com o pronome interrogativo “que”, significa o mesmo que “por qual motivo?” Por exemplo:

  • Por que não ficas em casa?
  • Por que não quero.

Veja que a pergunta e resposta poderiam ser facilmente substituídos por expressões utilizando “qual motivo:”

  • Por qual motivo você não fica em casa?
  • Pelo motivo de que eu não quero.

Esse simples exercício vai te ajudar a decidir como utilizar os por quê’s. Vamos para mais exemplos.

Quando significa conjunção explicativa ou causal, tem o mesmo significado de “pois”, escrevendo-se “porque” (junto).

  • Não fui viajar porque estava muito cansado.

Mais uma vez, fazendo a substituição, ficamos com:

  • Não fui viajar pois estava muito casado.

Simples assim. Já o “porquê” se usa como forma de substantivo, significando razão, motivo.

– O porquê de eu querer ir à praia é o sol.

Substituindo mais uma vez para fazer a verificação:

  • O motivo de eu querer ir à praia é o sol. 

Quando se refere à junção da preposição “por” e do pronome relativo “que”, o significado é o mesmo que “por qual” e também pode ser nas formas de pelo qual ou pela qual (por+o e por+a, respectivamente. Neste caso, a regra do “motivo” ou “razão” vem a ser útil também:

– Tu sabes bem porque minhas palavras não fizeram sentido.

Em outras palavras:

  • Tu sabes bem por qual razão minhas palavras não fizeram sentido.

Quando vier antes de um ponto final, exclamativo ou interrogativo, o “por que” é acentuado, continuando com o significado de “por qual motivo:”

  • Tu não vais viajar por quê?
  • Diga o porquê e eu não comprarei.

Fazendo o comparativo:

  • Tu não vais viajar por qual motivo?
  • Diga a razão e eu não comprarei.

E o super Bit final para essa sequência de dicas sobre os por quê’s: Na dúvida, ao invés de usar o  “por que,” use a expressão equivalente, com elas você não vai errar! E em se tratando de conteúdos e informações publicadas no seu site, você estará sempre a salvo. Gostou do Bit?

E você, o que achou?