Busca por casa

Como Alugar um Imóvel Residencial?

Alugar o primeiro imóvel, seja ele uma casa, apartamento, kitnet ou flat é um grande passo – mas deve ser tomado com muita atenção, pois é necessário o pagamento de várias taxas e rotinas. Outro item que se deve levar em consideração é os deveres do proprietário e do inquilino, que precisam ser formalizados através de um contrato de locação… Bom, mas não precisa ficar louco com todas essas informações. Confira abaixo dicas de todos os procedimentos e cuidados que você deverá ter quando for alugar um imóvel residencial.

Questões Financeiras

imóvel

No momento de alugar o imóvel, o proprietário precisa se certificar que você conseguirá manter o pagamento do aluguel e taxas em dia. Para isso, será necessário uma análise de seu crédito, seja por análise de contracheque ou saldo médio de sua conta bancária. Mas, mais comum que a análise de crédito são as garantias de locação. E elas podem ser:

  1. o aval de um fiador
  2. depósito caução, que geralmente é depositado em uma poupança e é restituído ao inquilino no término da locação do imóvel (vale lembrar que esse valor é retornado com juros e correção).
  3. seguro fiança, esse seguro é contratado em diversos tipos de seguradoras. Esse seguro cobre o pagamento mensal de uma quantia para cobrir eventuais problemas com: pagamento do aluguel, caução de bens móveis contidos no apartamento.

Outro assunto que você deve levar em consideração são as condições de reajuste do aluguel. Geralmente o reajuste é feito conforme a inflação, mas essas condições devem ser descritas no próprio contrato.

Vistoria e Contrato

Antes de entrar no imóvel é necessário fazer uma visita de inspeção, na qual você irá observar todos os detalhes do imóvel: móveis, estado geral do apartamento como condições da pintura, piso, box do banheiro, etc. Além disso, você deverá assinar uma declaração sobre o estado de todos os itens do imóvel, ou seja, com base nas suas observações é que você deverá decidir se a declaração está coerente com as condições reais do apartamento.

Além de uma vistoria, lembre-se de que um contrato é essencial, pois ele evita possíveis problemas entre você e o proprietário. No contrato são especificadas todas os deveres seus e do proprietário do imóvel, como as garantias, reajustes de aluguel e até mesmo os tipos de despesas que concernem a cada parte envolvida no contrato. Geralmente, o inquilino é responsável pelas despesas do dia a dia, já as despesas relacionadas à estrutura são de responsabilidade do proprietário.

E você, o que achou?